Como definir a identidade e turbinar a imagem da empresa?

//Como definir a identidade e turbinar a imagem da empresa?

Como definir a identidade e turbinar a imagem da empresa?

A confusão entre Identidade Empresarial e Imagem Corporativa tem mais de um século. Desde quando a propaganda comercial começou a ser utilizada numa escala maior, atingindo seu pique com as gigantescas audiências da tv aberta, a Imagem foi a maior preocupação do marketing das empresas. Dá para compreender: o relacionamento entre a empresa e seus consumidores era unilateral. Assim, a empresa apenas informava as novidades, a forma de pagamento e as promoções. Nas últimas décadas, alguns fatores vieram alterando este relacionamento.

O Código de Defesa do Consumidor começou a dar noção e certeza de direitos e deveres para os dois lados. A democratização dos equipamentos, especialmente dos smartphones, e o acesso à informação estão consolidando um novo perfil de compradores.

Portanto, se antes eram apenas clientes, hoje são cidadãos em momento de consumo. A relação com as empresas, seus produtos e serviços está se caracterizando por demanda de cunho afetivo, emocional, praticamente com a mesma intensidade que a demanda pela qualidade em si. E mais: as pessoas estão querendo se relacionar, e aceitam pagar mais por isso, com empresas que respeitem seu modo de ser e de pensar, que tenham bandeiras claras e, mais trabalhoso para a empresa, que ajam de forma coerente com o que dizem.

Aqui entra a necessidade de clarear o assunto Identidade X Imagem.

Anteriormente, era comum, nos departamentos de marketing das empresas, falarem que era preciso consolidar a identidade da empresa. E, por isso, tinham de fazer campanhas com tal ou qual teor. Diziam “fazer campanha”. Isso era cuidar da imagem. O desafio de hoje é que esse tal ou qual teor agora tem de fazer o caminho inverso. Primeiro, a empresa define como ela é, para depois elaborar a forma como deve ser percebida, que, em princípio, deve ser igual. Então, cuidar da imagem é uma tarefa a ser executada depois que a empresa se define. Nos vídeos do Cresça e Apareça, em que mostro como se chega à definição de uma identidade, eu recomendo que se faça um Briefing Zero, uma espécie de documento-matriz que serve de orientação para todas as áreas da empresa, inclusive do Marketing.

É preciso que se entenda que Identidade não é uma ação de Comunicação. Identidade é uma definição, é o que os donos da empresa decidem que ela seja.

Esta definição gera um conjunto de atitudes que a empresa deve adotar, do RH ao Comercial, das características dos produtos e serviços à forma como são entregues. E, claro, principalmente do Marketing, na hora de se relacionar com os fornecedores de ações e comunicação.

Por quê este rigor?

Porque, hoje em dia, em mais de 90% das empresas, o dono é dono da empresa, mas não é dono da sua imagem. A imagem, por falta de uma identidade, é definida pelos fornecedores de comunicação. Geralmente, acontece de o Marketing passar um briefing de uma campanha para seus fornecedores – agências, birôs & cia, e estes fornecedores devolvem em ideias o que foi solicitado.

Se não vem nada informando como a empresa é, as ideias vão vir impregnadas de uma linguagem que mostra como a pessoa deve imaginar que ela seja. Daí o conflito.

O mercado tem vários exemplos, de empresas gigantes multinacionais a pequenas regionais, tanto de acerto como de erro na condução desse processo. É mesmo muito delicado, requer uma atenção constante por parte dos donos, do departamento de marketing ou de quem cuida dessa área. Mas isso não é o suficiente. Isso resolve a parte da imagem. E a identidade, como se consolida? Vamos por parte.

Ninguém consolida o que não existe. Então, primeiro, tem mesmo é de definir a Identidade.

No Cresça e Apareça eu dou uma sugestão de passo a passo. Isso facilita a vida do empreendedor e do pessoal do marketing e do RH.

Então a empresa precisa avaliar, em termos de imagem, como ela e seus concorrentes estão; quais são as tendências do setor; como anda o comportamento dos consumidores nesse campo do relacionamento afetivo com empresas; de que forma os donos gostariam de atuar no mercado, de forma que se realizem e façam uma empresa lucrativa e sólida.

Encontrando esses rumos, o passo seguinte é definir como a empresa deve ser. Listar as principais atitudes que todas as áreas devem ter para que, coerentes entre si, quando praticadas, passem para o mercado exatamente o que ela quer.

Portanto, é nas pequenas coisas do cotidiano que se consolida uma identidade. E é com a correta utilização dessas pequenas atitudes que se constrói uma comunicação eficaz. Eficaz, aqui, tem o sentido amplo de atender ao estímulo às vendas e também de passar a identidade da empresa.

Esta experiência é a melhor maneira de uma empresa aparecer, se tornar conhecida, ser admirada e recomendada. Considerando a Imagem uma reprodução da Identidade, o desafio de hoje é definir primeiro a Identidade para turbinar a turbinar a imagem. Não tem a ver com verba, com tamanho. Tem a ver com ideia, disciplina e comprometimento. Ainda bem. Porque, assim, essa oportunidade é para todo mundo.

DOWNLOAD EBOOK

By | 2018-12-20T15:20:23+00:00 dezembro 20th, 2018|Categories: Empreendedor|Tags: , , |0 Comments

About the Author:

Leave A Comment

WhatsApp